Rompimento de barragem: Mais de 1mil pessoas tiveram suas casas invadidas pela água

As pessoas que ficaram desalojadas em Barra de Guabiraba, no Agreste, foram levadas para casas de parentes e amigos após o rompimento da barragem Guilherme Pontes, na zona rural de Sairé. As águas do reservatório invadiram algumas residências na tarde da segunda-feira (15). De acordo com a Defesa Civil do município, ninguém ficou ferido.

"O rio baixou, mas tem ruas com água. Agora está tudo dentro da normalidade. Só [tivemos] danos materiais. Quando a agua baixar, vamos ter uma noção do que aconteceu na cidade, mas acredito que os danos vão ser poucos", pontuou o coordenador da Defesa Civil de Barra de Guabiraba, Nazareno Maranhão.

A barragem que rompeu tinha mais de 20 anos e não aguentou a força da água vinda do Rio Sirinhaém. A estrutura fazia o represamento do rio, que corta cidades da região. Segundo o Governo de Pernambuco, a barragem não estava cadastrada.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.