Mulher saca auxílio emergencial, organiza uma festa em casa e é presa em Camocim

Durante a tarde de ontem, terça-feira 28, policiais militares do P.O.G. prenderam uma jovem de 20 anos sobre a acusação de perturbação do sossego alheio aqui na cidade de Camocim.

De acordo com a polícia, era por volta das 16h quando populares ligaram para o 190 informando que em uma residência localizada no bairro do Cruzeiro, estaria havendo uma bebedeira e perturbação do sossego alheio produzido por uma caixa de som amplificada.

Sem perda de tempo os PMs foram ao local, localizaram a dita casa e falaram sobre a denúncia para a proprietária da residência, a qual se propôs a desligar o som mostrando que estava colaborando com a polícia. Momentos depois, outras ligações feitas novamente para o 190 informavam que com poucos minutos que a PM havia saído do local a proprietária da residência voltou a ligar o som e desta vez em um volume ainda mais alto. Imediatamente os militares voltaram ao local e desta vez deram voz de prisão a dona da casa e aprenderam o aparelho sonoro.

O caso foi levado para a companhia da PM aqui em Camocim onde todo o histórico da ocorrência foi repassado ao oficial plantonista que ao analisar o caso enquadrou a mulher através de TCO em crime previsto no artigo 142 da LCP (perturbação do sossego alheio).

Ainda de acordo com a polícia, no momento em que a jovem recebeu voz de prisão ela teria reclamado que não estaria fazendo nada de errado, havia sacado os R$ 600,00 do auxílio emergencial e perguntou se não podia curtir em sua própria casa com o dinheiro do Bolsonaro.

Fonte: Camocim Polícia 24h

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.