As mães com direito o auxílio emergencial no valor de R$ 1.200 receberão a partir do dia 14

As mães responsáveis ​​pelo sustento da família receberão o auxílio emergencial no valor de R $ 1.200 no próximo lote, a ser pago pela Caixa Econômica, prevista para a próxima terça-feira (14). Para ser aceito, é necessário ajustar-se aos critérios definidos na lei que criou o auxílio emergencial ao coronavírus.

O auxílio será pago em três parcelas. De acordo com a lei que criou a ajuda, as mães solteiras que cumprem as regras para receber a ajuda recebem uma cota dupla de R $ 1.200. Segundo o vice-presidente da Caixa, Paulo Henrique Angelo, todas as mães com direitos estarão neste segundo lote, mesmo aquelas que não são clientes da Caixa e do Banco do Brasil. "As análises de quem receberá ou não R$ 1200 estão sendo feitas para o segundo lote", afirma.

A Caixa depositou ajuda emergencial de R $ 600 a 2,5 milhões de pessoas nesta quinta-feira (9). No total, foram liberados benefícios para 2,1 milhões de clientes da Caixa e 436 mil correntistas do Banco do Brasil. O primeiro lote incluiu apenas trabalhadores que já faziam parte do Cadúnico (registro do governo federal para programas sociais) e conta em bancos públicos.

Ao consultar o registro e as contas bancárias e perceber que não haviam recebido o auxílio, as mães tiveram medo de não ter acesso ao benefício de emergência. No aplicativo e no site, o sistema informou apenas que o benefício estava sendo analisado. No total, a Caixa já possui 31,5 milhões de brasileiros registrados e 272 milhões de visitas desde que o aplicativo e o site foram lançados. O número de registrantes refere-se apenas aos brasileiros que ainda não faziam parte da Cadúnico.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.