Polícia prende mulher que cortou órgão genital de adolescente após falsa acusação de estupro

Tarciana Martins de Oliveira, 46, foi presa neste domingo à tarde. Ela é acusada de participar de uma sessão de tortura em 2013 que levou à amputação do órgão genital de um adolescente de 14 anos na Famea Palmeira em Niterói, região metropolitana, do Rio de Janeiro.
 Tarciana foi presa por policiais da 78ª DP (Fonseca) quando chegava em uma sala de aula na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde pretendia fazer o concurso público da Companhia de limpeza de Niterói (CLIN).
 
 Segundo a polícia, a mulher acusou falsamente a vítima de estuprar uma criança de quatro anos e levou os traficantes a punir o adolescente. Os investigadores dizem que o adolescente foi preso e amarrado a um poste na comunidade, onde foi espancado e mutilado. A polícia civil informou que todos os traficantes envolvidos no crime foram presos. Ela tinha um mandado de prisão em aberto e agora foi encaminhada ao sistema penitenciário, onde será sentenciada a sete anos de prisão por tortura.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.