Número de mortos sobe para 17 após fortes chuvas na Baixada Santista

 Resultado de imagem para Sobe para 16 o número de mortos após fortes chuvas na Baixada Santista
Em um novo balanço divulgado hoje (3), a defesa civil confirmou a morte de 17 pessoas após as fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista no litoral de São Paulo hoje ao amanhecer (3). Do total de mortos, 14 são de Guarujá, um de Santos e um de São Vicente. De acordo com os serviços estaduais de proteção civil e bombeiros, 33 ainda estão desaparecidos. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), 12 dos corpos foram levados para as unidades de Praia Grande e Guarujá.
Os corpos de Rogério de Moraes Santos (43) e Thatiana Lopes Arantes de Lima (25) foram identificados e repassados ​​às famílias. Mais sete haviam completado seus exames legais e atualmente estão sendo identificados pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt. Os demais são autopsiados no departamento IML em Guarujá.
 A proteção civil informou que 200 pessoas estão desabrigadas em Guarujá, sete na cidade de São Vicente. Um total de 11 pessoas em São Vicente. Segundo o governo de São Paulo, a Baixada Santista já recebeu 4,6 toneladas de ajuda humanitária, como cobertores, cestas, água sanitária e água potável. Para aqueles que desejam trabalhar juntos na capital, as doações para a região podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para o Fundo Social de São Paulo, na Avenida Marechal Mário Guedes, 301, no bairro Jaguaré. Nas comunidades afetadas, os pontos de coleta das prefeituras são definidos e relatados.
 Segundo dados fornecidos pelo Centro de Gerenciamento de Emergências da Defesa Civil do estado, até as 04:00 de terça-feira, o Guarujá acumulou chuvas de 282 milímetros (mm) nas últimas 12 horas. 218 mm em Santos; 170 mm em Praia Grande; 169 mm em São Vicente; 160 mm em Mongaguá; 132 mm em Cubatão; 110 mm em Itanhaém e Bertioga. Para amanhã (4), a previsão do tempo para a região será de chuva moderada a forte, devido à formação de uma zona de baixa pressão no litoral de São Paulo e à ocorrência de ciclos de vento na atmosfera de alto nível.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.