Bolsonaro pede reabertura de empresas e escolas em discurso na TV e fim do "confinamento"

O presidente Jair Bolsonaro pediu a reabertura de empresas e escolas e o fim do "confinamento coletivo" em comunicado divulgado na televisão e rádio nacional na noite de terça-feira. Essas medidas foram usadas contra o novo coronavírus, que matou 46 pessoas no país. Este é o terceiro anúncio do tópico em menos de 20 dias.

— Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas? —  questionou Bolsonaro.
 O presidente afirmou que o coronavírus "passará em breve" e disse que a vida "deve continuar":

— O vírus chegou. Está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.