Acidente com ambulância mata grávida a caminho do hospital de Goiás

Uma mulher grávida de 42 anos e seu bebê morreram no domingo (8) em um acidente na BR-153 em São Luiz do Norte, Goiás. Lucélia Moreira de Araújo, acompanhada pelo marido, estava numa ambulância e ia ao hospital para dar à luz quando o veículo capotou várias vezes.
 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) relata que a vítima foi retirada da ambulância e morreu no local, carregando o bebê que estava esperando. O marido da vítima e o motorista da ambulância ficaram feridos e levados para o hospital Ceres, também no norte de Goiás.
 Resultado de imagem para Grávida morre em acidente com ambulância a caminho de hospital para fazer parto em Goiás
 Além disso, de acordo com a PRF, a motorista da ambulância disse que o acidente aconteceu quando uma carreta que estava indo na direção oposta invadiu a pista. para não bater, desviou para o acostamento, mas, ao voltar para a pista, perdeu controle e eles capotaram. . A cidade de Alto Horizonte de Goiás, responsável pela ambulância que fazia o transporte, afirmou que não há estrutura para o parto na cidade, mas que as gestantes são sempre encaminhadas para o hospital de Ceres para o nascimento. O governo lamentou a mulher grávida e o bebê. Em nota, o prefeito ordenou "luto oficial pelos familiares nesta segunda-feira (9) ".
s corpos das vítimas foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) em Uruaçu, também no norte de Goiás. Segundo especialistas do IML, o bebê foi retirado do corpo da mãe para determinar se havia morrido como resultado do acidente ou da morte da mãe. Segundo a agência, as primeiras análises indicam que ele morreu por causa da morte de sua mãe e não diretamente por causa do acidente.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.