Polícia investiga bebê de 1 ano que foi morto a socos e dentadas

Fonte: Catraca Livre



A mãe e o padrasto de um bebê de um ano e três meses foram presos em flagrante nesta segunda-feira, 6, suspeitas de matarem a criança em Praia Grande (SP).
O pequeno Anthony Daniel de Andrade Moraes tinha marcas de mordidas e diversas fraturas e hematomas pelo corpo, segundo laudo médico.

De acordo com o G1, a criança chegou a ser levada, já morta, ao hospital pelo padrasto, o gráfico Ronaldo Silvestrini Júnior, 22 anos.
A polícia foi chamada depois que os enfermeiros da UPA Samambaia constataram sinais de agressão no corpo do pequeno Anthony.
O padrasto foi preso por homicídio triplamente qualificado após se contradizer sobre as marcas de agressão no corpo da criança.
A mãe do bebê, Giúlia de Andrade Cândido, 21 anos, também foi detida acusada de falso testemunho, com fiança fixada em dez salários mínimos.
Exames constataram que o bebê tinha fratura no crânio, tórax, clavícula, no nariz, mandíbula e presença de sangue no ouvido e diversos hematomas na testa e no rosto.

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.