O cemitério de Bom Jardim.




Os cemitério locais em sua maioria foram instalados no século XIX. O ato de enterrar pessoas nas igrejas e no seu derredor é muito antigo, remonta ao século 4 conforme autores que pesquisam a morte, assim ficou a cargo da Igreja encomendar e determinar destino da alma mediante um pagamento é claro. Dom João vem em 1801 decretar a criação de cemitérios fora das cidades mas não foi obedecido em Portugal nem nas colônias. 

Aqui, as irmandades dominavam o negócio da morte. Em 1828 o decreto português que criavam cemitérios foi instaurado pelo governo imperial e delegou aos poderes locais construir e administrar tais espaços. Isso gerou confusão em todos os locais que se consolidou a aplicabilidade da Lei. Em Salvador, por exemplo, a confusão se deu porque a população não concordou com o fato de empresas particulares receberem a concessão dos enterramentos, beneficiando assim empresários que apareceram atuando nesse ramo, em 1836 uma movimentação de pessoas em passeata portando objetos como machados, alavancas,  deflagrou uma mobilização em apoio às irmandades. Na década de 50 do século XIX esta discussão voltou a tona e por influência de Freis Capuchinhos menores como Caetano de Messina os cemitério foram instalados em espaços mais afastados dos centros urbanos como se vê este, de 1875, em Bom Jardim.

Por: @de_sirigy



Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Portal Bom Jardim.
A responsabilidade é do autor da mensagem.